Escrever sobre número de mortes é sempre delicado. Por cada novo caso e por cada nova morte existem pessoas e agregados familiares que sofrem. A análise do número de óbitos registados por região dá conta de que a região de Lisboa e Vale do Tejo (LVT) está em situação crítica. Em apenas 14 dias o número de óbitos triplicou.